O cadastramento biométrico dos eleitores de Palmas e Coronel Domingos Soares, no Sudoeste do Paraná, começa no próximo dia 3 de agosto (quinta-feira). Quem não fizer o procedimento, que vai até o dia 15 de dezembro (sexta-feira), terá o título cancelado, não poderá votar nas eleições e terá outras sanções legais.

As datas para a troca do título eleitoral foram anunciadas nesta quinta-feira (22), pelo juiz auxiliar do presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), Marcelo Quentin, em reunião com os prefeitos Dr. Kosmos Nicolaou (Palmas) e Maria Antonieta de Araújo Almeida (Coronel Domingos Soares). Os dois municípios somam aproximadamente 35,3 mil eleitores.

“Com o cadastramento biométrico em Palmas e Coronel Domingos Soares, o Paraná terá mais de cinco milhões de eleitores aptos a votar por este sistema”, disse Quentin. O Estado, segundo ele, é o segundo no Brasil com mais eleitores já cadastrados.

“A biometria, que é este novo modelo de título eleitoral, ajuda a depurar os eleitores. Com isto, as chances de fraudes eleitorais caem muito para próximo de zero”, ressaltou Quentin. O cadastramento vai mostrar a realidade eleitoral de Palmas e Coronel Domingos Soares.

Novos eleitores
“Também vai incentivar os novos eleitores, com idade de 16 a 18 anos, a retirar o documento”, ressaltou o juiz auxiliar do presidente do TRE-PR. Para isto, segundo ele, estão previstas campanhas de conscientização de cidadania nas escolas, em redes sociais, sites de órgãos públicos, entre outros.

O cadastramento biométrico vai ajudar o Paraná e o TRE, na luta contra a extinção de zonas eleitorais, como está sendo anunciado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “É muito importante a conscientização de toda sociedade”, disse Quentin.

Os eleitores das duas cidades, que não adotarem a biometria, terão o título cancelado, o que poderá dificultar alguns atos legais. “Os beneficiários do Bolsa Família, por exemplo, podem ser excluídos deste e de outros programa sociais”, frisou.

Transparência
De acordo com o prefeito de Palmas, Dr. Kosmos, é muito importante que todos os eleitores atendam o chamado da Justiça Eleitoral para fazer o cadastramento. “Com a biometria, os eleitores terão mais segurança e agilidade na hora de votar”, comentou.

Os eleitores de Coronel Domingos Soares terão que ir até o Cartório Eleitoral de Palmas para fazer o cadastramento. A prefeita Maria Antonieta, disse que a Prefeitura irá ajudar com o transporte, num primeiro momento, os eleitores que não tem condições. “Daremos nossa contribuição para esta troca de título eleitoral”, frisou.

O Cartório Eleitoral de Palmas está localizado na Rua Capitão Paulo de Araújo, 657, no bairro São José. Além dos prefeitos, participaram da reunião com o juiz auxiliar do presidente do TRE-PR, o diretor do Fórum e o Promotor Eleitoral de Palmas, Eduardo Vianna e André Luis de Araújo, respectivamente.

Biometria
A biometria começou a ser usada para evitar fraudes nas eleições, segundo a Justiça Eleitoral. O primeiro município do Paraná a adotar o sistema biométrico foi Balsa Nova, na Região Metropolitana de Curitiba.

Atualmente, o Paraná conta com mais de 7,8 milhões de eleitores. Deste total, aproximadaemnte 75% já fizeram o cadastro biométrico.

Foto legenda (biometria Palmas)
Prefeitos de Palmas e Coronel Domingos Soares receberam o juiz auxiliar do presidente do TRE-PR, Marcelo Quentin
Foto: Ronildo Pimentel