Um trabalho científico elaborado com dados levantados em Londrina, serviu de base para a apresentação de estratégias públicas que buscam combater o avanço da obesidade infanto-juvenil no Brasil. O material foi divulgado nesta quinta-feira (14), em Brasília, durante audiência da Frente Parlamentar Mista de Combate à Obesidade Infanto-Juvenil da Câmara dos Deputados, realizada no Ministério da Saúde.

Participaram da audiência, entre outras autoridades, o ministro Ricardo Barros, o deputado Evandro Roman (presidente da Frente Parlamentar), e o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, entre outros, além de representantes de profissionais de educação física, da indústria de alimentos, conselhos federais, universidades, sindicatos e outros. Os líderes assumiram o compromisso de deter o crescimento da obesidade na população até 2019, por meio de políticas intersetoriais de saúde e segurança alimentar e nutricional.

Segundo Evandro Roman, algumas ações já estão em andamento. A Frente Parlamentar trabalha com a visão do tripé, que observa o tema sob a ótica da necessidade de prática de esportes, de ter condições de desfrutar de uma boa noite de sono e de ter acesso a alimentação de qualidade e em horários adequados. “É preciso construir uma ação a partir destes três princípios”, destacou Roman.

A obesidade é um dos grandes problemas do mundo moderno. Já considerada uma epidemia, a doença vem atingindo cada vez mais pessoas. Mais que um problema estético, a obesidade é responsável pelo surgimento de inúmeras doenças, como diabetes e cardiovasculares.

Atualmente, devido aos maus hábitos alimentares e ao aumento do sedentarismo, cada vez mais crianças se tornam obesas. O trabalho será de uma equipe multidisciplinar, com profissionais das áreas de educação física, psicologia, medicina, nutrição, educação e serviço social.

(foto: assessoria)