Curitiba terá uma semana especial no mês de dezembro com ações afim de conscientizar a população sobre hipertermia em crianças esquecidas em automóveis, conhecida como a Síndrome do Bebê Esquecido (SBE) – bebês e crianças deixados nos veículos pelos pais ou responsáveis e que pode levar a morte.

O projeto da vereadora Maria Letícia Fagundes (PV), médica e presidente da Comissão de Saúde da Câmara. “A proposição foi inspirada em um trabalho de conclusão de fase clínica do curso de medicina da PUC-PR, do qual ela fiz parte da banca. Não temos estatísticas ainda que tratem do tema. Por isso achei importante que Curitiba, uma cidade moderna, seja a primeira a criar esta lei”, destaca Maria Letícia.

Nesta síndrome, na primeira fase a criança tem desconforto físico pelo ambiente quente, na segunda, pode haver desmaio e na terceira, o óbito. A discussão desta terça foi acompanhada pelo orientador das alunas, o professor de Medicina Legal Eduardo Novak, e duas das quatro acadêmicas responsáveis pela pesquisa, Nathália Helena Costa Rojas da Silva e Vitória Yaegashi Zappone.