O prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, receberam representantes de startups de tecnologia para a saúde nesta quarta-feira (30/8). A empresa Prevention Vision T

 

O prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, receberam representantes de startups de tecnologia para a saúde nesta quarta-feira (30/8). A empresa Prevention Vision Test apresentou um equipamento desenvolvido em Curitiba para prever os problemas de visão, que hoje representam mais de 70% da evasão escolar.

A Prevention Vision Test faz parte do Worktiba Barigui, o coworking público municipal. Mais de 1.000 crianças da rede pública municipal e estadual devem passar pelo teste de visão, oferecido de forma gratuita e simplificada, com um equipamento portátil e de baixo custo desenvolvido pela empresa.

“O Vale do Pinhão começa a dar frutos, tecnologia desenvolvida em Curitiba por gente daqui para atender a nossa gente”, comentou o prefeito.

Outra empresa que apresentou tecnologia feita em Curitiba foi a desenvolvedora do Robô Laura, sistema que prevê ações médicas para evitar mortes por sepse, infecção generalizada que mata mais de 600 pessoas por dia no mundo. O nome Laura é uma homenagem a filha do desenvolvedor do sistema, que morreu aos 18 dias de vida vítima da sepse. O pai, com recursos próprios, desenvolveu a tecnologia.

Agência Curitiba

O Robô Laura é um software que cruza milhares de dados e identifica paciente com o perfil para desenvolver a infecção. A tecnologia já foi testada no Hospital Nossa Senhora das Graças e reduziu em 60% os casos do gênero.

Participaram do encontro o presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Frederico Lacerda, e o diretor técnico, Tiago Francisco; Jacson Fressatto, Marcelino Costa, Luiz Podz e Felipe Locatelli, da startup do Robô Laura; Juliano Santos e Wyslla Araújo, da Prevention Vision Test; e ainda Tânia Rover, Alceu Colnaghi, Euziane Cazura, Helton Brandão, Fabiano Machado e Filipe Lopes, da Prefeitura.

 

 

http://agenciacuritiba.com.br/

est apresentou um equipamento desenvolvido em Curitiba para prever os problemas de visão, que hoje representam mais de 70% da evasão escolar.

A Prevention Vision Test faz parte do Worktiba Barigui, o coworking público municipal. Mais de 1.000 crianças da rede pública municipal e estadual devem passar pelo teste de visão, oferecido de forma gratuita e simplificada, com um equipamento portátil e de baixo custo desenvolvido pela empresa.

“O Vale do Pinhão começa a dar frutos, tecnologia desenvolvida em Curitiba por gente daqui para atender a nossa gente”, comentou o prefeito.

Outra empresa que apresentou tecnologia feita em Curitiba foi a desenvolvedora do Robô Laura, sistema que prevê ações médicas para evitar mortes por sepse, infecção generalizada que mata mais de 600 pessoas por dia no mundo. O nome Laura é uma homenagem a filha do desenvolvedor do sistema, que morreu aos 18 dias de vida vítima da sepse. O pai, com recursos próprios, desenvolveu a tecnologia.

Agência Curitiba

O Robô Laura é um software que cruza milhares de dados e identifica paciente com o perfil para desenvolver a infecção. A tecnologia já foi testada no Hospital Nossa Senhora das Graças e reduziu em 60% os casos do gênero.

Participaram do encontro o presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Frederico Lacerda, e o diretor técnico, Tiago Francisco; Jacson Fressatto, Marcelino Costa, Luiz Podz e Felipe Locatelli, da startup do Robô Laura; Juliano Santos e Wyslla Araújo, da Prevention Vision Test; e ainda Tânia Rover, Alceu Colnaghi, Euziane Cazura, Helton Brandão, Fabiano Machado e Filipe Lopes, da Prefeitura.

Link foto: http://www.curitiba.pr.gov.br/include/handler/download.ashx?t=i&m=205653

 

http://agenciacuritiba.com.br/