O aumento dos recursos da segurança pública para R$ 3,6 bilhões em 2016, a ampliação do contingente da Polícia Militar (mais 2.736 novos soldados), a compra de armas, equipamentos e 1,2 mil novas viaturas foram pontos destacados pelo governador Beto Richa nesta quarta-feira (12), em Cascavel. “Essas ações demonstram a sensibilidade do governo estadual para garantir a ordem, paz e tranquilidade dos paranaenses”, disse Richa na formatura dos 589 soldados (434 PM’s e 155 bombeiros) que vão atuar nas regiões oeste e sudoeste do Paraná.

Richa também enfatizou que neste mês serão implantadas, só para os servidores da Polícia Militar, 1,6 mil promoções e nove mil progressões. “Mais de 10 mil policiais receberão aumento no salário por conta de promoções e progressões”, disse. Ele afirmou que as medidas são uma demonstração da saúde financeira do Paraná, resultado das medidas do ajuste fiscal iniciado há dois anos.

Os 2.736 policiais e bombeiros vão fortalecer a segurança no Norte (427 novos soldados), Noroeste (373), Oeste e Sudoeste (589), Campos Gerais (249) e Curitiba, região metropolitana e Litoral (1.098 novos soldados). Os policiais já estão aptos a fazer o policiamento ostensivo e preventivo, a partir das próximas semanas.

Richa enfatizou que o Oeste e o Sudoeste recebem um número maior de novos soldados, devido à proximidade com a região de fronteira. “É uma característica que exige planejamento especial”, disse Richa. Ele citou a criação, em 2012, do Batalhão de Fronteira, que reforçou o efetivo e a estrutura a atuação policial na região.

“Estamos em uma cidade extremamente complicada, de fronteira”, disse o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos. “Nosso município é um entroncamento muito importante geograficamente. A inserção de novos policiais, não só em Cascavel, mas em toda a região, traz uma sensação prática de segurança”, afirmou Paranhos.

(foto: Julio Cesar Souza/ANPr)

link matéria
http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=92314&tit=Em-Cascavel-Richa-faz-balanco-das-acoes-para-ampliar-a-seguranca-no-Estado