O jornalista Gilmar Piolla (PV) confirmou nesta terça-feira, 27, a pré-candidatura a prefeito de Foz do Iguaçu. “Ser prefeito de Foz é um sonho que realizarei um dia. Não sei se agora. Sinto-me preparado. Tenho experiência como gestor público. Conheço os problemas e as soluções. Conto com uma rede de relacionamentos no governo estadual e no governo federal para construir boas parcerias”, disse.

Piolla adianta que tem recebido muitas manifestações de apoio e o reconhecimento da “maioria dos iguaçuenses”, mas nas atuais circunstâncias só será candidato com algumas condições. “Primeira – ter o apoio do deputado Chico Brasileiro (PSD), de Paulo Mac Donald (PDT) e desde que o Phelipe Mansur (Rede) concorde em ser meu vice”.

“Foz precisa de união. A cidade não pode sucumbir aos interesses pessoais ou político-partidários de grupos, como está acontecendo atualmente”, completa.

Nova cultura – A segunda condição, segundo Piolla, é fazer um governo de ruptura total com os esquemas e práticas existentes na política, “sem clientelismo e sem fisiologismo”. “Pretendemos implantar uma nova cultura de gestão na prefeitura. Uma cultura baseada na racionalidade administrativa, na qualificação técnica da equipe, eficiência, planejamento estratégico e na defesa intransigente do interesse público”.

Para Piolla, a cidade precisa de uma nova cultura de gestão para aplicar bem os recursos do orçamento. “Cuidar bem dos espaços e equipamentos públicos. Cuidar bem da educação, da mobilidade urbana, da saúde, do turismo e da segurança das pessoas”.

“Será um tempo de sacrifícios para os profissionais da política. Eles fracassaram. E, agora, devem pagar o preço. ‘Mensalinhos’ e acordos espúrios, inclusive com cargos comissionados, nunca mais!”, adianta

Cortes – Piolla disse que pretende eliminar 80 por cento dos cargos comissionados, todos os contratos serão revistos e renegociados e o Codefoz terá o protagonismo que merece. “Trabalharemos duro para resgatar a dignidade e o orgulho de ser iguaçuense!”

“Se for para fazer diferente, escrever uma nova história, contem comigo! Se for fazermos mais do mesmo, lamento, prefiro ficar onde estou”, finaliza Piolla.

(foto: facebook)