O empresário e palestrante Jeferson Fusaro defendeu o amplo debate social sobre a adoção do parlamentarismo como sistema de governo no Brasil.
“Será importante uma discussão com a sociedade, com as organizações socais e com as lideranças institucionais do Brasil sobre o parlamentarismo e outras correntes neste momento em que o presidencialismo parece bastante desgastado”, disse.
Segundo Fusaro, há distorções de governabilidade no atual sistema que rege a nação. “Não há uma separação dos Poderes Executivo e Legislativo no presidencialismo como deveria acontecer. O que vemos nesta experiência é que o Executivo governa e, ao mesmo tempo, legisla”, destacou o empresário.
“Enquanto o presidente legisla, o congresso governo, num modelo estranho denominado presidencialismo de coalizão”, disse.
E completou, Fusaro: “Por isso, defendo uma nova análise do parlamentarismo ou mesmo de outros sistemas, a partir de um plebiscito,  que esteja mais alinhado e em sinergia com as demandas da sociedade e do processo político no Brasil”