Mesmo com a crise econômica e a recessão, o Governo do Paraná mais que dobrou seus investimentos em 2016. Levantamento da Secretaria da Fazenda mostra que o Estado contratou R$ 5,79 bilhões no ano passado, o que representou um aumento de 104% sobre o aplicado em 2015 – de R$ 2,83 bilhões. Os recursos foram investidos em diversas áreas, com destaque para infraestrutura, saúde e educação.

“Foi um desempenho condizente com as nossas expectativas. Levando em conta que no ano passado o PIB brasileiro teve queda de quase 4%, conforme as projeções, acredito que avançamos muito, comprovamos que o Paraná efetivamente se manteve dissociado da crise terrível que afetou outros estados”, declarou o governador Beto Richa.

“Nossas projeções de investimento para este ano são cautelosas, pois a economia brasileira ainda vai demorar um pouco para retomar o crescimento. Ainda assim estamos confiantes. Se a economia não atrapalhar muito, vamos ampliar os investimentos em relação a 2016”, disse Richa. “Em qualquer hipótese, o ajuste continua. Seguiremos economizando em tudo o que for possível para elevar ainda mais a capacidade de investimento do Estado. É isso o que os cidadãos esperam de nossa gestão”.

Do total, R$ 1,73 bilhão foram de recursos diretos do Tesouro – 67,7% mais do que o aplicado em 2015. Outros R$ 4,05 bilhões foram contratados pelas estatais, como Copel e Sanepar, Cohapar, Fomento Paraná, Ferroeste e Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), com aumento de 125,6% na mesma base de comparação.

(foto: Ricardo Almeida / ANPr)

link nota
http://www.aen.pr.gov.br/modules/noticias/article.php?storyid=92440