O ex-diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) Nelson Leal Junior fechou acordo de colaboração premiada com a Justiça Federal. Ele foi preso na 48ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada no fim de fevereiro de 2018.
Batizada de Operação Integração, essa etapa investiga contratos da concessionária Econorte com o DER-PR. Conforme o Ministério Público Federal (MPF), houve superfaturamento em obras e serviços fictícios que levaram ao aumento das tarifas de pedágio. Leal Junior e outros 17 investigados foram denunciados.

link de acesso

Nelson Leal, ex-diretor do DER, homologa delação e entrega falcatruas