"Nenhum país prospera se não tiver uma poupança nacional", diz Kaefer

O deputado Alfredo Kaefer (PSL-PR) destacou a importância do modelo de poupança nacional para garantir a capacidade de novos investimentos e reforçar o nível de segurança financeira do país. “Se nós quiséssemos fazer um controle mais rigoroso, menos flutuante da nossa moeda, teríamos dificuldade, pois temos uma poupança muito baixa”, disse.

Kaefer explicou que a poupança nacional “não é aquela que se coloca no cofrinho, mas é um conjunto de economias, de fundos de pensão e de regimes próprios de previdência”. “O ideal seria uma poupança nacional próxima a 20% do PIB (Produto Interno Bruto), para termos algo razoável nesse campo (economia financeira)”, destacou.

“Os regimes próprios de previdência têm uma grande capacidade de poupança, tem uma grande capacidade de alavancagem numa retomada de crescimento, mais isso se os regimes não estiverem engessados como o governo central”, disse.

Para Kaefer, a capacidade de mobilização para investimentos regulados e fiscalizados deve organizar os dispositivos do mercado e incentivar o desenvolvimento de vários setores. “Nós estamos organizando uma frente parlamentar mista, ampla, geral e restrita, não de mercado de capitais, mas sim de mercado e capitais, cujo grande objetivo é trazer, a médio e longo prazo, para esse país, que tem um modelo dirigista, um capitalismo de estado que precisa enveredar para um capitalismo de mercado”, explicou.