O chefe da Casa Civil Valdir Rossoni afirmou nesta sexta-feira, 2, durante agenda na região Noroeste do Estado, que a determinação do governador Beto Richa é que todas as ações do executivo estadual sejam transparentes e que a população tenha acesso às informações e ajude na fiscalização.

“A população fez um enorme esforço durante o plano de ajuste. E o governo reconhece e respeita isso. Queremos que o povo paranaense tenha o direito de saber onde os recursos que saem dos impostos estão sendo empregados agora”, garantiu.

A declaração foi feita durante encontro de Rossoni com lideranças políticas e comunitárias da cidade de Guaporema, no Noroeste. Nesta sexta-feira, o secretário realizou audiências públicas com prefeitos, vereadores e lideranças comunitárias em oito municípios da Região Noroeste do Estado. São eles: Japurá, São Manoel do Paraná, Indianópolis, Guaporema, Cidade Gaúcha, Tapejara, Mariluz e Cruzeiro do Oeste.

Balanços – Além de fazer um balanço das obras do governo em andamento na região, durante os encontros anunciou autorizações de financiamentos, pelo governador, e novas obras em áreas como educação, segurança, saúde e infraestrutura.

“Em São Manoel do Paraná, por exemplo, liberamos recursos para a compra de equipamentos pesados para recuperação de estradas, para reforma de escolas e compra de estufas para apoio à agricultura familiar. São municípios pequenos e investimentos que a prefeitura sozinha não conseguiria fazer sem o apoio do governo do Estado”, explicou Rossoni.

Neste sábado, o secretário encerrou a agenda de encontros – que começou na quinta-feira (1º de junho) com visitas a sete cidades – na região Noroeste com reuniões em Campo Mourão (9h), Engenheiro Beltrão (11h30) e Terra Boa (14h). Os deputados estaduais Márcio Nunes (PSD) e Alexandre Curi (PSB) e Jonas Guimarães (PMDB) acompanharam a agenda.