O prefeito Rafael Greca destacou nesta terça-feira, 23, que as obras de construção e pavimentação das pistas da Linha Verde Norte estão 85% executadas. “As obras estão em bom ritmo com muitas máquinas e homens trabalhando. A previsão é finalizar o projeto até junho deste ano”, disse.

Segundo Greca, atualmente, as equipes trabalham na escavação e pavimentação na marginal com a Rua Fagundes Varela. Para concluir a última etapa das obras da Linha Verde Nobre, Greca vai autorizar esta semana a abertura de licitação para finalização completa da avenida do Conjunto Solar até o Atuba, no Norte da cidade.

“O nosso compromisso é acelerar o ritmo das obras e entregar toda a Linha Verde até o final da nossa gestão. Essa é uma grande obra que irá integrar a cidade e trazer muitos benefícios para motoristas e pedestres”, destacou ainda Greca.

Revitalização – A antiga BR-476, com apenas quatro faixas, passa por uma completa revitalização com nova iluminação, obra de drenagem, asfalto novo, pavimentação de canaletas para ônibus, sinalização adequada, construção de ciclovias e implantação de passarelas.

Ao todo, serão 12 novas faixas no trecho de 2,4 quilômetros, entre a Avenida Victor Ferreira do Amaral e o Hospital Vita. “Quando assumimos, a obra da Linha Verde Norte estava praticamente parada. Com gestão, retomamos os serviços e trabalhamos com a previsão de concluir toda a obra já no primeiro semestre de 2018”, frisou Greca.

Entre as novas obras urbanas entregues com celeridade e eficiência, Greca destacou ainda a entrega com 20 dias de antecedência das obras de recape de 3,6 quilômetros da BR-476, no fim da Linha Verde Sul, no bairro Pinheirinho.

Trincheira – A obra faz parte do lote 3.1 que tem investimento de R$ 55 milhões. Além disso, estão em andamento as obras do lote 3.2 que prevê a construção de uma trincheira na Rua Fúlvio Alice e Rua Amazonas de Souza Azevedo, ligando o Bairro Alto e o Bacacheri.

Nesse momento, a obra está com 35% de execução e as equipes estão trabalhando nas galerias da nova trincheira. O lote será concluído no primeiro semestre de 2018. O investimento nos dois lotes é de R$ 85 milhões, recursos da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e de Certificados de Potencial Adicional de Construção (Cepacs) emitidos pela Prefeitura.