O prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) definiu nesta segunda-feira, 2, as ações emergenciais que serão executadas pela prefeitura de Cascavel. Paranhos determinou, por exemplo, que a Secretaria de Saúde agilize a implantação do atendimento pediátrico em todas as Upas da cidade e não apenas na Upa Pediátrica da Tancredo Neves. “Não é compreensível e nem humano que uma mãe precise atravessar a cidade com um filho nos braços em busca de atendimento. Vamos tentar resolver essa situação o mais rapidamente possível”, disse.

As secretarias de Obras Públicas , Meio Ambiente e Cohavel farão uma ação conjunta para resolver o problema de fossas abertas em escolas. Paranhos considerou injustificável e lentidão e, às vezes, até a paralisia do serviço público em algumas áreas. “Precisamos encontrar mecanismos de agilidade e eficiência sem incorrer no desrespeito à legislação pertinente”, determinou o prefeito.

Ainda nesta segunda-feira, logo cedo, Paranhos reuniu o secretariado e determinou para cada secretário, um detalhado levantamento das respectivas pastas. “Não é um levantamento para mostrar o que está ruim, mas trata-se de um registro do que estamos encontrando em termos de estrutura física, equipamentos e ações”, disse Paranhos.

Tolerância zero – Com as informações, os secretários farão uma exposição pública na próxima semana dos diagnósticos no auditório da prefeitura. O cronograma prevê que a primeira secretaria a apresentar o seu diagnósticos será a de Educação, na segunda-feira (9). Na quarta-feira (11), será a vez da Secretaria de Saúde e na sexta-feira (13), a Secretaria de Administração. “Além do levantamento completo da estrutura de cada pasta e das condições físicas, cada secretário vai apresentar as suas necessidades e apontar as soluções que podem ser aplicadas em curto, médio e longo prazos”, anunciou Paranhos.

Durante a reunião, cada secretário recebeu uma cópia do decreto que implanta o Programa Tolerância Zero contra a Corrupção, assinado pelo prefeito durante a posse no domingo. Paranhos voltou a enfatizar que esse é um dos principais compromissos do atual governo e de que não vai tolerar desvios de conduta de secretários e servidores. Pediu o empenho de cada secretário para que todos os esforços sejam feitos no sentido de evitar desperdícios e maximizar os recursos de cada pasta.

(foto: PMC)