O professor Evandro Brum, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), ganhou fama repentina na internet nos últimos dois dias. Tudo por causa de uma foto, tirada em Niterói (RJ), em que ele pede ajuda para pagar as próprias contas. Com um pires na mão direita, ele segura na outra mão um cartaz em que conta ter mestrado e doutorado no exterior. “Alguém pode me dar um trabalho? Afinal, preciso pagar minhas contas”, diz o texto, que também mostra o número de celular de Evandro. As informações são de Gabriel de Arruda Castro na Gazeta do Povo.

Apesar da repercussão do caso, o professor não pediu empregou – ou dinheiro – na rua. O objetivo era divulgar a foto nas redes sociais e chamar atenção para a situação de penúria na universidade. O pires com alguns trocados era parte do protesto. Deu certo. Durante o fim de semana, a imagem foi compartilhada milhares de vezes no Facebook e também se espalhou via Whatsapp. “Foi a forma que eu achei de sensibilizar as pessoas”, contou ele à Gazeta do Povo na manhã desta segunda-feira, entre uma entrevista e outra a emissoras de TV.

Embora a atitude do professor tenha sido mais um ato simbólico do que um pedido real de ajuda (ele diz possuir algumas reservas que o têm permitido pagar as contas), as ofertas de auxílio chegaram aos montes. “Já me ofereceram emprego, traduções e pediram conta bancária para depósito”, afirma o professor de Engenharia Química.

A crise orçamentária no Rio de Janeiro tem gerado caos na universidade estadual, que tem cerca de 34 mil alunos. O calendário de aulas foi reduzido e algumas atividades foram suspensas. Ainda não há previsão para o pagamento dos salários de abril.

(foto: arquivo pessoal)

link matéria
http://www.gazetadopovo.com.br/educacao/professor-com-doutorado-mendiga-ajuda-por-causa-de-salarios-atrasados-8gsy0s5jx97r77i9xu9djiz3t