O PMDB do Paraná abriu processo para decidir sobre a possibilidade de expulsão do ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB), preso no sábado depois de ser flagrado recebendo uma mala com R$ 500 mil em propina da JBS. O anúncio foi feito pelo senador Roberto Requião (PMDB), em encontro estadual do partido no sábado, 4. Rocha Loures foi chefe de gabinete de Requião durante a última passagem do peemedebista pelo Palácio Iguaçu. As informações são do Bem Paraná.

(foto: arquivo/google)

link nota
http://www.bemparana.com.br/noticia/507273/gleisi-presidente