Moradores de 28 cidades da Grande Curitiba passam a ter o Centro de Especialidades Metropolitano como referência em atendimento à saúde. Localizado em São José dos Pinhais, o centro de especialidades foi inaugurado pelo governador Beto Richa nesta terça-feira (3) e vai atende a região de 1,7 milhão de moradores

O Consórcio Metropolitano de Saúde do Paraná (Comesp) é o responsável pela gestão do novo centro de especialidades. A estrutura foi instalada em prédio cedido pela prefeitura de São José dos Pinhais. O Estado destinou R$ 422 mil para compra de equipamentos e mobiliário e vai repassar, mensalmente, R$ 400 mil ao Comesp para a manutenção do local.
 
Beto Richa lembrou que centros de especialidades foram construídos em outras 11 cidades polo do Paraná e que com essas estruturas, instaladas pela Secretaria Estadual da Saúde, foi bastante reduzida a longa fila de espera por consultas ou exames especializados. “Aliado aos mutirões de cirurgias eletivas, avançamos muito nesta área. Este novo centro é uma importante conquista para a região metropolitana de Curitiba”, afirmou.

Ele ressaltou os investimentos em saúde feitos pelo Estado de 2011 para cá. “Foram R$ 19 bilhões em sete anos e a previsão é chegar ao fim deste ano com R$ 22 bilhões investidos nesta área. Para se ter uma dimensão do que isso significa, nos dez anos anteriores ao nosso governo foram investidos R$ 6,7 bilhões em saúde pública”, disse Richa. “Isso é fruto de planejamento e da importante parceria com os municípios paranaenses”.

O centro de especialidades vai atender a população de Adrianópolis, Agudos do Sul , Almirante Tamandaré, Araucária, Balsa Nova, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente, Campo Largo, Campo Magro, Cerro Azul, Colombo, Contenda, Doutor Ulysses, Fazenda Rio Grande, Itaperuçú, Lapa, Mandirituba, Piên, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, Quitandinha, Rio Branco do Sul, Rio Negro, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul, Tunas do Paraná.

Para o prefeito o prefeito de São José dos Pinhais, Toninho Fenelon, o local vai agilizar e qualificar o atendimento à população. “É um serviço muito importante que ameniza o tempo de espera por atendimento”, disse. “A contratação de profissionais especializados é difícil para os municípios, mas com o consórcio temos a oportunidade de contratar mais especialistas para atender a população e diminuir a fila de espera”, afirmou.

(foto: Jaelson Lucas/ANPr)