Dar uma função social para espaços ociosos de estacionamentos. Este é o princípio de um estudo para a implantação de edifícios-garagem com habitações de interesse social, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) para o Rebouças, no Vale do Pinhão, em especial no entorno das universidades da região.

“O projeto tem por base a concentração de estacionamentos existentes em função da demanda das universidades, mas vai para além disso ao agregar a possibilidade de realocar famílias que vivem às margens do rio Belém como medida de solução ao saneamento ambiental”, explica o arquiteto responsável pelo projeto, João Guilherme Dunin.

Vale do Pinhão

Segundo o arquiteto, a proposta é permitir o estacionamento e ter como contrapartida a habitação. O estudo prevê que cada edifício possa abrigar a 64 famílias atendendo também à demanda de estudantes que precisam de moradia próxima da universidade e de trabalhadores nos projetos de inovação do Vale do Pinhão. Os apartamentos têm 38 m², com dois quartos, sala de estar/jantar, banheiro e cozinha e lavanderia conjugadas. A garagem comporta até 432 veículos em sistema automatizado ou 304 no modelo com manobrista.

Vale do Pinhão: Eventos de games e mídias sociais

Curitiba recebe esta semana dois importantes eventos do universo digital que contam com apoio da Prefeitura de Curitiba, por meio do projeto Vale do Pinhão. Reunindo representantes de várias partes do mundo e do Brasil, eles movimentam o ecossistema ligado à inovação.

O SBGames, maior encontro acadêmico latino-americano na área de jogos e entretenimento digital, termina neste sábado (4/11) no campus da PUCPR do Prado Velho.

Vale do Pinhão

O encontro reúne pesquisadores, estudantes, investidores e entusiastas de jogos eletrônicos — seja como atividade de lazer ou desenvolvimento de soluções de trabalho.

Durante quatro dias, representantes do Brasil, Peru, Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Inglaterra, Portugal, entre outras localidades, discutem e analisam quatro grandes temas: Computação, Artes e Design, Indústria, Cultura, além do Festival de Jogos, Mostra de Arte e atividades de compartilhamento de informações para desenvolvedores e entusiastas.

Curitiba e o Vale do Pinhão aderem aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU

Curitiba assumiu nesta terça-feira (31/10) mais um importante compromisso internacional para o desenvolvimento sustentável: os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas para promover a prosperidade, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climáticas.

Em solenidade no Salão Brasil, na Prefeitura, o prefeito Rafael Greca assinou um acordo com o Movimento Nacional dos ODS, uma carta de compromisso do governo estadual para os municípios paranaenses e a adesão ao Pacto Global da ONU. “Temos um programa completo para perseguir os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, lembrou Greca.

Vale do Pinhão

O prefeito citou a criação do programa de desenvolvimento de hortas urbanas, o incentivo à inovação e à economia criativa no Vale do Pinhão e a grade de educação ambiental dentro do programa Linhas do Conhecimento. “Queremos também uma imersão da cidade em programas que contemplem novas energias”, disse Greca. O prefeito também citou o Prêmio Mundial do Habitat conquistado por Curitiba em sua gestão, em 1996.

A diretora adjunta do Programa Cidades do Pacto Global da ONU, a australiana Elizabeth Ryan, revelou que era interesse da organização que Curitiba fizesse parte do programa há muito tempo. “Fico feliz que temos vontade política para alcançar estes objetivos agora”, comemorou.