O prefeito Rafael Greca reabriu na sexta-feira, 26, o Teatro do Paiol, após a conclusão de várias obras de acessibilidade realizadas no espaço. A reabertura do teatro foi marcada pelo show do músico João Bosco com os curitibanos do Mano Trio, formado por Sérgio Albach (clarinete), Glauco Solter (contrabaixo) e Vina Lacerda (percussão).

“Esse prédio é simbólico e não poderia ficar mudo. Eu o encontrei apagado, sujo, abandonado e ainda vetado pelo Ministério Público, de uso, porque não obedecia a norma técnica de acessibilidade”, disse Greca.

No evento, Greca destacou a importância do espaço para cidade. “Com a ajuda da Sanepar e do nosso orçamento, que ano passado foi estreito, pela forma como nós também encontramos a cidade abandonada, nós recuperamos o Teatro Paiol. É um símbolo de Curitiba que é mais forte que as dificuldades, é o símbolo de uma cidade recuperada”, disse.

Com a reabertura, o espaço passou a integrar a programação da 35ª Oficina de Música de Curitiba como palco para vários shows e concertos. Entre as atrações previstas no Teatro Paiol para os 13 dias Oficina de Música são o grupo Terra Sonora (28/1), Toninho Horta (29/1), Toninho Ferragutti e Salomão Soares (30/1), Grupo Fato (01/2) e muitos outros.

Espetáculo – O mineiro João Bosco, com 40 anos de carreira, levou o público a cantar em coro sucessos como “Bala com Bala” e “Águas de Março”. O músico parabenizou a iniciativa de reativação do espaço destacando a importância do Paiol no cenário cultural. “Esse teatro de tanta história, de tanta militância cultural de Curitiba. Parabéns para vocês”, disse.